Transporte coletivo

Itaquá define reajuste da tarifa para R$ 5 a partir de segunda

Estimativa da administração municipal é que 38 mil passageiros utilizem o transporte diariamente no município

André Diniz
27/11/2021 às 05:30
Atualizada em 27/11/2021 às 05:30.
Millena Matos/PMI

Millena Matos/PMI

Itaquá - A administração municipal baixou ontem um decreto autorizando o reajuste da tarifa de transporte coletivo para R$ 5, tornando-se mais uma das cidades do Alto Tietê a aumentar os preços das passagens de ônibus circulares.

O aumento passa a valer a partir da meia-noite de amanhã, e segundo as determinações da municipalidade por meio do decreto, a empresa de transporte coletivo deverá afixar avisos visíveis em sua frota, com o intuito de informar previamente sobre a mudança de preços.

O decreto municipal 8.007/2021, promulgado ontem, estabelece que a tarifa será reajustada com base no requerimento formulado pela empresa concessionária do serviço de transporte, e com base na necessidade de manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, para garantir a eficiência do serviço para a comunidade.

Segundo a municipalidade, o reajuste também foi debatido junto ao Conselho Municipal de Transporte (Comutran). O caso vinha sendo analisado pela municipalidade desde o início do mês, quando a proposta foi protocolada em Itaquaquecetuba - movimento realizado de maneira semelhante em todas as cidades da região.

Segundo cálculos da administração municipal, a frota de ônibus circulares realiza o transporte de aproximadamente 38 mil passageiros por dia. O número seria abaixo da média de transporte na cidade antes da pandemia, quando 55 mil pessoas usavam o serviço em média a cada dia.

Outras cidades

Além de Itaquaquecetuba, pelo menos outras três cidades da região já se pronunciaram oficialmente sobre o reajuste da tarifa de ônibus para o final do ano e início do ano que vem.

As cidades de Poá e de Suzano já autorizaram o reajuste para as frotas que circulam em seus respectivos municípios, também elevando a tarifa para R$ 5. Enquanto que a Prefeitura de Poá reiterou que o aumento foi concedido para manter a viabilidade do sistema, a cidade de Suzano também justificou o aumento tendo como contrapartida a participação da empresa na construção do futuro Terminal Rodoviário Sul, no distrito de Palmeiras, além da recuperação do Terminal Rodoviário Norte, no centro da cidade.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes declarou durante entrevista coletiva realizada na última semana que não irá conceder aumento da tarifa até o final deste ano, e que pretende negociar com as companhias concessionárias que atuam no município um novo sistema de logística das linhas de ônibus para reduzir os custos de operação. A justificativa é para que a cidade venha a ter a menor tarifa da região do Alto Tietê, atualmente tabelada em R$ 4,50.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por