Começam as obras na Estrada do Taboão em Mogi das Cruzes

Primeira fase da recuperação prevê medições e serviços preparatórios de limpeza
Primeira fase da recuperação prevê medições e serviços preparatórios de limpeza - FOTO: Mogi News/Arquivo

Segundo a Prefeitura de Mogi das Cruzes, a estrada do Taboão começou a receber os serviços de recuperação em toda a sua extensão, previstos pelo programa "Novas Estradas Vicinais" do governo do Estado de São Paulo, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem". 

O processo de recuperação, prometido para até o final deste mês pela Secretaria de Estado de Logística e Transportes, foi definido em seus últimos detalhes na última segunda-feira, em uma reunião entre representantes do município e do órgão estadual. Segundo a Prefeitura, a empresa responsável pelas obras começou as medições necessárias e serviços preparatórios de limpeza. 

Além da estrada dos Fernandes, também é aguardado o início do processo de recuperação da Estrada dos Fernandes, que liga as cidades de Suzano e Ribeirão Pires pelo distrito das Sete Cruzes. As duas estradas foram contempladas no segundo pacote de melhorias do programa “Novas Vicinais”, do governo estadual, que tem como objetivo aumentar a segurança e facilitar a logística de produtos e serviços em rodovias municipais e intermunicipais.

Segundo a pasta estadual, que também é responsável pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-SP), as obras de melhoria - de recuperação do asfalto, sistemas de drenagem, placas e sinalização de solo - até o final deste mês, embora a previsão anterior era de que as obras teriam início nesta quinta-feira. As rodovias foram declaradas como beneficiárias no primeiro trimestre deste ano. 

Nos planos do governo estadual, serão R$31,7 milhões em investimentos nesta etapa do programa, sendo R$18,5 milhões no trecho de 20km da Estrada do Taboão do Parateí, e R$13,2 milhões na Estrada dos Fernandes com 12,8km de extensão.

Além destas duas estradas, o Alto Tietê vai receber melhorias pelo Novas Vicinais em mais três trechos: a Estrada da Volta Fria que liga as cidades de Suzano e Mogi das Cruzes em trecho de 11,5 km; a Estrada do Sertãozinho que liga a SP 098 a Biritiba Mirim | Mogi das Cruzes com 12,7 km e a Estrada das Neves e Matsuzaki, entre a Estrada dos Fernandes com a Estrada do Viaduto, em Suzano com 2,9 km de extensão.


AGESTAB COMENTA
Segundo a Agência Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab), as obras na rodovia são necessárias e fazem parte da pauta de reivindicações da entidade, podendo oferecer maior segurança a motoristas e pedestres, beneficiando as empresas instaladas na região. “O distrito tem um grande potencial de geração de empregos e arrecadação de impostos, porém precisa receber os devidos investimentos em infraestrutura”, destaca em nota.

No entanto, a Agestab teceu críticas à paralisação do processo de pavimentação e urbanização das estradas municipais Yoneji Nakamura e Mauro Auricchio, que foi suspenso pelo questionamento de umas concorrentes - a companhia vencedora deveria ter sido anunciada no início do mês. “Haverá um atraso significativo no início dos trabalhos, previstos até então, para janeiro de 2022”, concluiu.

Deixe uma resposta

Comentários