Acessibilidade digital é premiada

Presidente do Legislativo recebeu selo em São Paulo
Presidente do Legislativo recebeu selo em São Paulo - FOTO: Divulgação/Câmara de Suzano
O site da Câmara de Suzano foi premiado nesta semana com o Selo de Acessibilidade Digital, que é concedido pela Secretaria da Pessoa com Deficiência da cidade de São Paulo. O portal do Legislativo foi "case de sucesso" juntamente com a gigante de tecnologia Samsung e a Associação de Deficientes Visuais e Amigos (Adeva), e se tornou o primeiro órgão público do Brasil, fora da capital, a receber o reconhecimento. A cerimônia foi acompanhada presidente da Câmara de Suzano, Leandro Alves de Faria (PR).

A responsável pela criação do portal do Câmara, a webdesigner Taiane Kelly Fernandes, que trabalha há 10 anos no Legislativo suzanense, informou que levou seis meses para desenvolver o site nos padrões de acessibilidade. "Primeiramente foi feita toda a estrutura do portal com as diretrizes do governo federal por meio do Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (EMAG), e com os padrões internacionais da W3C, que é um consórcio internacional de padrões para web", esclareceu. Ela ressaltou que este é um processo contínuo.

De acordo com Taiane, o portal conta com as melhores práticas e diretrizes de acessibilidade utilizadas internacionalmente. Ela destaca que o site foi pensado para oferecer uma leitura fácil e rápida. "São 45 milhões de deficientes no Brasil que sofrem barreiras para acessar sites. E é obrigação dos portais serem acessíveis a qualquer cidadão. Somos uma casa legislativa e é imprescindível que seja feito o cumprimento das leis. Tanto que em 2016 o portal foi finalista do Prêmio Web para Todos", acrescentou.

Até a conquista do selo, o portal passou por uma série de avaliações rigorosas da Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), da Secretaria da Pessoa com Deficiência, além de ter sido submetido ao Avaliador e Simulador de Acessibilidade em Sítios (ASES Web). Segundo a desenvolvedora do site, a plataforma possibilita que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida tenham acesso pleno.

O presidente da Câmara informou que o Legislativo vai sediar um evento sobre acessibilidade digital. "Adquirir o selo é a comprovação que estamos no caminho de inclusão digital", avaliou.

Deixe uma resposta

Comentários