Temporada de cheia nos Lençóis Maranhenses vai até mês que vem

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses atrai turistas interessados em conhecer o único deserto do mundo em meio a lagoas
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses atrai turistas interessados em conhecer o único deserto do mundo em meio a lagoas - FOTO: Divulgação
A geometria das dunas moldadas pelos ventos e as belas lagoas que se formam com a água da chuva é o principal atrativo dos Lençóis Maranhenses, cujas belezas podem ser aproveitadas de junho a setembro. Este é o período em que as lagoas enchem, de modo que é possível banhar-se em águas cristalinas. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, a 250 quilômetros de São Luís, atrai os turistas que visitam a capital maranhense, interessados em conhecer o único deserto do mundo em meio a lagoas.

Pode-se chegar ao destino por Barreirinhas, que oferece os circuitos da lagoa Azul e Bonita; e Santo Amaro, um pouco mais distante, onde estão as lagoas da Gaivota e Betânia. O sistema de cadastro de prestadores de serviços turísticos do Ministério do Turismo, o Cadastur, lista 35 pousadas e hotéis na cidade de Barreirinhas, a mais bem-servida da região em meios de hospedagem. Os Lençóis Maranhenses se tornaram, ao longo da última década, uma das principais atrações turísticas de estrangeiros e brasileiros que visitam o Maranhão. Os próprios moradores do Maranhão elegeram o destino como um dos melhores do Estado. A relações públicas Sandra Batalha, moradora da região, gostou tanto de Lençóis que já visitou cinco vezes o destino - e pretende voltar com a família.

Visita

As caminhadas pela areia exigem preparo físico e proteção contra o sol. Não há venda de bebidas nem alimentos no parque. Para os mais aventureiros, em qualquer época do ano, é possível fazer passeios a cavalo e longas caminhadas (trekking). No povoado de Atins, em frente ao Rio Preguiças, é possível praticar kitesurf, stand up paddle, windsurf e conhecer um pouco da cultura local. O passeio da Rota das Emoções, da qual os Lençóis Maranhenses fazem parte, sai do Parque Nacional de Jericoacoara (CE), passa pelo Delta do Parnaíba (PI) e vai até os Lençóis Maranhenses, com passeios de barco.

O aeroporto de Barreirinhas é o principal acesso para quem chega de avião, embora São Luís ainda receba a maioria dos viajantes. De carro, o acesso é feito pela MA-402, conhecida como Translitorânea. O percurso também pode ser feito de ônibus.

Para circular nos Lençóis a bordo de veículos 4x4 é preciso ter autorização do Instituto Chico Mendes (ICMBIO), em Barreirinhas. Veículos comuns, quadriciclos e bugues são proibidos.

Deixe uma resposta

Comentários