Por que investir em seguro viagem até para os trechos nacionais?

Nos últimos anos, os brasileiros descobriram o prazer de viajar pelo País. Vários fatores econômicos e sociais, como a ascensão da classe C e a alta do dólar, contribuíram para esse fato, fazendo com que vários destinos nacionais se tornassem muito populares.
Os novos viajantes, muitas vezes, não imaginam os imprevistos que podem ocorrer durante uma viagem e desconhecem as vantagens da contratação de um seguro que os proteja de possíveis acidentes ou inconvenientes durante o passeio.
Por ser obrigatório somente para alguns trechos internacionais, existe ainda, entre a população, o pensamento de que seguro viagem só deve ser contratado em casos de destinos fora do Brasil. "Quando, na verdade, em um País com dimensões continentais, como o nosso, este tipo de segurança torna-se primordial", ressalta o CEO da QBE Brasil, Raphael Swierczynski.
Segundo ele, o seguro viagem para trechos nacionais, aéreo ou rodoviário, e viagens marítimas acaba sendo, muitas vezes, dispensado. "Trata-se de um grande equívoco abrir mão desta segurança, já que as despesas com atendimento de saúde nestes casos podem ser altas, principalmente em viagens marítimas, onde o acesso a médicos e hospitais é restrito".
Além disso, o CEO informa que o seguro viagem pode trazer muito mais que cobertura com despesas médicas, hospitalares e odontológicas: "Entre as coberturas adicionais que podem ser incluídas estão cobertura para extravio de bagagem, cancelamento de viagem, cobertura de despesas para familiar acompanhar segurado em caso de internação e regresso antecipado, entre outras."
É preciso, aind,a estar atento ao roteiro da viagem para se precaver em relação a possíveis acidentes em decorrência de atividades programadas. "As características de cada viagem impactam diretamente o formato do serviço que deve ser contratado", alerta.

Radical

Swierczynski revela que, se o destino incluir passeios ou esportes radicais, como rafting, surfe e balonismo, entre outros, torna-se fundamental a contratação de uma cobertura específica para essas atividades. "Sempre fazemos seguro viagem pensando em não utilizar, mas caso precisemos, temos de ter a certeza de contar com uma cobertura que atenda às nossas necessidades", finaliza.

Deixe uma resposta

Comentários